PASSADORAMA #10

Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? As principais questões que assolam a humanidade desde o início dos tempos foram respondidas no século XVI por um camponês conhecido como Menocchio, o personagem central do livro “O Queijo e os Vermes”, do historiador italiano Carlo Ginzburg. Em um episódio cheio de cristianismo – com intolerância, tortura e morte – Angélica, Eduardo, Lorenzo e Rodrigo fazem um banquete com essa massa podre que gerou a vida (e, talvez, as heresias).

Pauta: Rodrigo Elias

Edição: Eduardo Seabra

Locução: L. C. Csekö

Participação especial:

Carlo Ginzburg (historiador e foi professor da Universidade de Bolonha, de Harvard, Yale, Princeton e UCLA; tem livros traduzidos em várias línguas: no Brasil, destacam-se: O queijo e os vermes; História noturna; Mitos, emblemas e sinais; Os andarilhos do bem e Olhos de madeira)

Dicas:

Decameron (Pier Paolo Pasolini, 1971 – Filme)

LYONS, Martyn. Livro: uma história viva. São Paulo: Editora SENAC, 2011

MARTIN, Henry-Jean & FEBVRE, Lucien. O aparecimento do livro. São Paulo, Edusp, 2017

Menocchio (Alberto Fasulo, 2018 – Filme)

Sombras de Goya (Milos Forman, 2006 – Filme)

Santo Forte (Eduardo Coutinho, 1999 – Documentário)

Ventura Profana (Artista indicada ao Prêmio Pipa 2020)

Tieta (Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, 1989 – Novela)

Músicas:

Referências:

BETHENCOURT, Francisco. História das Inquisições: Portugal, Espanha e Itália – Séculos XV-XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

BURKE, Peter. Cultura popular na Idade Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

CARDOSO, Ciro Flamarion e VAINFAS, Ronaldo (Orgs). Domínios da História. Ensaios de Teoria e Metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

Direito e Literatura – O queijo e os vermes, 2010. Publicado pelo canal Unisinos. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=1hg6z6f_HrM 

GINZBURG, Carlo. História noturna: decifrando o Sabá. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

GINZBURG, Carlo. O fio e os rastros: verdadeiro, falso, fictício. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GINZBURG, Carlo. Olhos de madeira: nove reflexões sobre a distância. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

GINZBURG, Carlo. Os andarilhos do bem: feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

GINZBURG, Carlo. Relações de força: história, retórica, prova. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

GOMES, Plínio Freire. Um herege vai ao paraíso: cosmologia de um ex-colono condenado pela Inquisição (1680-1744). São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

SCHWARTZ, Stuart B. Cada um na sua lei: tolerância religiosa e salvação no mundo atlântico ibérico. São Paulo: Companhia das Letras; Bauru: Edusc, 2009.

SOUZA, Laura de Mello e. O diabo e a Terra de Santa Cruz: feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

VAINFAS, Ronaldo. Trópico dos pecados. Moral, sexualidade e inquisição no Brasil. 2a. Edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

*News Theme de Kevin MacLeod é licenciada de acordo com a licença Atribuição 4.0 da Creative Commons. https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ | Artista: http://incompetech.com/

Almanaque #01

Bob Dylan: “Rough and Rowdy Ways”

Inaugurando (mais) um spin-off do Passadorama, Eduardo Seabra e Rodrigo Elias conversam sobre o mais recente álbum do incontornável Bob Dylan, o primeiro composto só de músicas inéditas desde 2012. 

PLANTÃO #14

Eleições Municipais: Quem não está confuso, não está bem informado

Os votos ainda nem esfriaram nos circuitos eletrônicos das urnas, o segundo turno ainda nem aconteceu, e o mundo político brasileiro já está em polvorosa tentando interpretar os sinais das Eleições 2020 e projetar 2022. Bolsonaro perdeu? O “centrão” ganhou? A esquerda reagiu? As Câmaras de Vereadores estão mais representativas? Ou avança o país dos policiais, militares, milicianos e pastores? E no fim, vai ter Boulos?

O Passadorama também quer dar os seus palpites, pra poder quebrar a cara em 2022. Ou não. Para mais este papo sobre a distopia eleitoral verde-amarela, Eduardo e Lorenzo recebem a historiadora Nashla Dahás e a cientista social Lucienne Cunha.

PLANTÃO #13

Eleições EUA: Chora, Bolsonaro!

Em nosso primeiro plantão com transmissão ao vivo pelo YouTube do Passadorama (no dia 7/11/2020), os passadorâmicos Rodrigo Elias (@Manejaco) e Eduardo Seabra (@eduardoseabra7)conversam com o historiador – e crítico do autoritarismo – Bruno Garcia (@Brunkovat) e o sociólogo Thiago Facina sobre os resultados da eleição dos EUA e seus possíveis impactos na política brasileira.

Notícia comentada:

“America’s Next Authoritarian Will Be Much More Competent” – Zeynep Tufekci, revista The Atlantic, 06/11/2020:
https://www.theatlantic.com/ideas/archive/2020/11/trump-proved-authoritarians-can-get-elected-america/617023/

DROPS #12

Fred Carvalho, artista e professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), conversou com nossa designer Antonia Yunes para o episódio #9 do Passadorama: “Arte Torna Você Violento”. Na conversa, entre outros assuntos, ele aborda a diferença entre vanguardas artísticas e arte contemporânea, além das relações entre arte e política.

DROPS #11

A socióloga, professora e pesquisadora livre-docente da Escola de Comunicações e Artes da USP, Cristina Costa conversou com o passadorâmico Eduardo (@eduardoseabra7) para nosso episódio #09 Arte torna você violento. Entre outros assuntos, ela falou sobre arte política, diferentes ideias de beleza e o estranhamento do público com a arte contemporânea.

PASSADORAMA #09

Desde os tempos mais primórdios, a arte está aí – para o bem, para o mal e para o “muito pelo contrário”. Afinal, os objetos estéticos podem moldar uma sociedade? Rafael era um sacana? O rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa o aborto? Angélica, Antonia, Eduardo, Lorenzo e Rodrigo não resolvem essas questões, mas fazem um sobrevoo pelas tretas artísticas dos últimos séculos.

Pauta: Eduardo Seabra

Edição: Eduardo Seabra

Locução: L. C. Csekö

Participação especial:

Cristina Costa (Socióloga e professora livre-docente da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo)

Fred Carvalho (Artista e professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Dicas:

BERARDI, Franco. Depois do futuro. São Paulo: Ubu, 2019

COUTINHO, Eduardo Granja. Velhas histórias, memórias futuras: o sentido da tradição em Paulinho da Viola. Rio de Janeiro: EDUFRJ, 2002

Lixo extraordinário (Lucy Walker, 2010 – Filme)

Moça com brinco de pérola (Peter Webber, 2003 – Filme)

“O que fazer com a arte de homens monstruosos?” (Claire Dederer, 12/01/2018 – Artigo no jornal El País Brasil –  https://bityli.com/AhIpY )

Obras da Sofia Coppola (Destaques: As virgens suicidas, 1999; Encontros e desencontros, 2003; Maria Antonieta, 2006; Um lugar qualquer, 2010; Bling Ring: a gangue de Hollywood, 2013 – Filmes)

Pasolini (Abel Ferrara, 2014 – Filme)

Put the “she” in call sheet | Make a scene | Netflix (Netflix, 06/06/2019 – YouTube)

ROSS, Alex. O Resto é Ruído. Escutando o século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 2009

The square – A arte da discórdia (Rubem Östlund, 2017 – Filme)

Tio Boonmee, que pode recordar suas vidas passadas (Apichatpong Weerasethakul, 2010 – Filme)

Tudo é remix (Kirby Ferguson, 2010 – Série)

Músicas:

Referências:

ARGAN, G. C. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BARCISNKI. Fabiana Werneck (org.). Sobre a arte brasileira: Da Pré-História aos anos 1960. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes / Edições SESC, 2014.

COSTA, Cristina. Questões de arte: O belo, a percepção estética e o fazer artístico. 2a. Ed. Rio de Janeiro: Moderna, 2004.

GOMBRICH, E. A História da Arte. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

GOMBRICH, E. Os usos da imagem. Estudos sobre a Função Social da Arte e da Comunicação Visual. Porto Alegre: Bookman, 2012.

TERRA, Renato. Uma noite em 67. Brasil, 2010. (Documentário)

PLANTÃO #12

Gestapobrás e pedalada eleitoral de Trump

Nesta edição do Plantão, Eduardo (@EduardoSeabra7) e Rodrigo (@Manejaco) conversam com historiador e crítico do autoritarismo Bruno Garcia (@Brunkovat) e com o sociólogo Thiago Facina (@1facina) sobre a arapongagem anti-antifascista do Ministério da Justiça e sobre o aparente desespero de Donald Trump diante do quadro eleitoral nos EUA – e suas possíveis consequências no bolsonarismo.

Notícias comentadas:

“Ação sigilosa do governo mira professores e policiais antifascistas” (24/7/2020): https://noticias.uol.com.br/colunas/rubens-valente/2020/07/24/ministerio-justica-governo-bolsonaro-antifascistas.htm

“Servidor que criticar órgão em que atua nas redes sociais deve ser punido, diz CGU” (29/7/2020): https://congressoemfoco.uol.com.br/governo/servidor-que-criticar-orgao-em-que-atua-nas-redes-sociais-deve-ser-punido-diz-cgu/

“Democratas acusam Trump de querer adiar eleição para tirar o foco da crise” (02/8/2020): https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2020/08/02/democratas-acusam-trump-de-quer-adiar-eleicao-para-tirar-o-foco-da-crise.htm

Este programa contém trecho de “Pelo Telefone”, de Donga, de 1916.

DROPS #10

A sensacional Dr. Tupá Guerra (@tupaguerra), historiadora, demonóloga e participante dos podcasts “Dragões de Garagem” (@dragoesgaragem) e “Mundo Freak Confidencial” (@Mundo_Freak), conversou com o Passadorama para o nosso episódio #07, “O Bem e o Mal”. Neste Drops você acompanha a entrevista na íntegra, na qual ela fala sobre o mal e sobre as criaturas malignas que gentilmente chamamos de demônios.

PLANTÃO #11

Bolsonaro, Trump e o outro vírus

Nesse plantão Lorenzo Aldé (@P_Peri), Rodrigo Elias (@Manejaco) e Bruno Garcia (@Brunkovat) conversam sobre como o aumento no números de casos da Covid-19 em estados republicanos nos EUA e no Centro-Oeste brasileiro pode afetar os projetos de reeleição de Trump e Bolsonaro. Ah, e Rodrigo usa a palavra “apoplético”.

Notícias comentadas:

“Salto nos casos de Covid-19 em estados republicanos ameaça estratégia eleitoral de Trump” – Mariana Sanches, revista Época, 27/6/2020:
https://epoca.globo.com/salto-nos-casos-de-covid-19-em-estados-republicanos-ameaca-estrategia-eleitoral-de-trump-24503244?versao=amp&%3Futm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=post&__twitter_impression=true

“Gestão da crise da Covid-19 ‘balança’ bolsonarismo fiel, diz pesquisa”
Uol Notícias, 29/6/2020:
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2020/06/29/gestao-da-crise-da-covid-19-balanca-bolsonarismo-fiel.html