PASSADORAMA #10

Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? As principais questões que assolam a humanidade desde o início dos tempos foram respondidas no século XVI por um camponês conhecido como Menocchio, o personagem central do livro “O Queijo e os Vermes”, do historiador italiano Carlo Ginzburg. Em um episódio cheio de cristianismo – com intolerância, tortura e morte – Angélica, Eduardo, Lorenzo e Rodrigo fazem um banquete com essa massa podre que gerou a vida (e, talvez, as heresias).

Pauta: Rodrigo Elias

Edição: Eduardo Seabra

Locução: L. C. Csekö

Participação especial:

Carlo Ginzburg (historiador e foi professor da Universidade de Bolonha, de Harvard, Yale, Princeton e UCLA; tem livros traduzidos em várias línguas: no Brasil, destacam-se: O queijo e os vermes; História noturna; Mitos, emblemas e sinais; Os andarilhos do bem e Olhos de madeira)

Dicas:

Decameron (Pier Paolo Pasolini, 1971 – Filme)

LYONS, Martyn. Livro: uma história viva. São Paulo: Editora SENAC, 2011

MARTIN, Henry-Jean & FEBVRE, Lucien. O aparecimento do livro. São Paulo, Edusp, 2017

Menocchio (Alberto Fasulo, 2018 – Filme)

Sombras de Goya (Milos Forman, 2006 – Filme)

Santo Forte (Eduardo Coutinho, 1999 – Documentário)

Ventura Profana (Artista indicada ao Prêmio Pipa 2020)

Tieta (Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, 1989 – Novela)

Músicas:

Referências:

BETHENCOURT, Francisco. História das Inquisições: Portugal, Espanha e Itália – Séculos XV-XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

BURKE, Peter. Cultura popular na Idade Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

CARDOSO, Ciro Flamarion e VAINFAS, Ronaldo (Orgs). Domínios da História. Ensaios de Teoria e Metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

Direito e Literatura – O queijo e os vermes, 2010. Publicado pelo canal Unisinos. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=1hg6z6f_HrM 

GINZBURG, Carlo. História noturna: decifrando o Sabá. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

GINZBURG, Carlo. O fio e os rastros: verdadeiro, falso, fictício. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GINZBURG, Carlo. Olhos de madeira: nove reflexões sobre a distância. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

GINZBURG, Carlo. Os andarilhos do bem: feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

GINZBURG, Carlo. Relações de força: história, retórica, prova. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

GOMES, Plínio Freire. Um herege vai ao paraíso: cosmologia de um ex-colono condenado pela Inquisição (1680-1744). São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

SCHWARTZ, Stuart B. Cada um na sua lei: tolerância religiosa e salvação no mundo atlântico ibérico. São Paulo: Companhia das Letras; Bauru: Edusc, 2009.

SOUZA, Laura de Mello e. O diabo e a Terra de Santa Cruz: feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

VAINFAS, Ronaldo. Trópico dos pecados. Moral, sexualidade e inquisição no Brasil. 2a. Edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

*News Theme de Kevin MacLeod é licenciada de acordo com a licença Atribuição 4.0 da Creative Commons. https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ | Artista: http://incompetech.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s